A Instituição

História

O Jardim Infantil Nossa Senhora da Conceição é uma instituição de ensino particular que desenvolve a sua atividade desde 1954, ano em que foi criada por iniciativa de Felisbela Santos Parrinha.

Mais tarde, foi construída uma sociedade por quotas, com elementos da instituição. Hoje mantém-se o pacto social, embora tenha havido alterações no número de elementos e na própria composição da sociedade.

A Constituição da República reconhece o “respeito pelo princípio da liberdade de aprender e ensinar” (art.2) especificando a lei de Bases do Sistema Educativo  que “é reconhecido pelo Estado o valor do ensino particular e cooperativo, como uma expressão concreta da liberdade de aprender e ensinar e do direito da Família a orientar a educação dos filhos. O ensino particular e cooperativo rege-se por legislação e estatuto próprios, que devem subordinar ao disposto da lei de bases” (LBSE- art.54).

O Jardim Infantil Nossa Senhora da Conceição é um estabelecimento de Ensino Particular e Cooperativo, a funcionar em regime de Paralelismo Pedagógico, renovado por despacho da Diretora Adjunta do Departamento de Educação Básica, em 27/02/1997, por tempo indeterminado, o que significa que todos os programas educativos são idênticos aos seguidos pelo ensino público.

Ao longo de todos os anos o edifício, que foi construído de raiz para fins educativos, foi sofrendo alterações de modo a adaptar-se às novas necessidades existentes, resultantes de uma adaptação a uma nova realidade.

A dinâmica da instituição também sofreu grandes alterações.

História

O Jardim Infantil Nossa Senhora da Conceição é uma instituição de ensino particular que desenvolve a sua atividade desde 1954, ano em que foi criada por iniciativa de Felisbela Santos Parrinha.

Mais tarde, foi construída uma sociedade por quotas, com elementos da instituição. Hoje mantém-se o pacto social, embora tenha havido alterações no número de elementos e na própria composição da sociedade.

A Constituição da República reconhece o “respeito pelo princípio da liberdade de aprender e ensinar” (art.2) especificando a lei de Bases do Sistema Educativo  que “é reconhecido pelo Estado o valor do ensino particular e cooperativo, como uma expressão concreta da liberdade de aprender e ensinar e do direito da Família a orientar a educação dos filhos. O ensino particular e cooperativo rege-se por legislação e estatuto próprios, que devem subordinar ao disposto da lei de bases” (LBSE- art.54).

O Jardim Infantil Nossa Senhora da Conceição é um estabelecimento de Ensino Particular e Cooperativo, a funcionar em regime de Paralelismo Pedagógico, renovado por despacho da Diretora Adjunta do Departamento de Educação Básica, em 27/02/1997, por tempo indeterminado, o que significa que todos os programas educativos são idênticos aos seguidos pelo ensino público.

Ao longo de todos os anos o edifício, que foi construído de raiz para fins educativos, foi sofrendo alterações de modo a adaptar-se às novas necessidades existentes, resultantes de uma adaptação a uma nova realidade.

A dinâmica da instituição também sofreu grandes alterações.

Missão

O Colégio tem como missão promover o desenvolvimento pessoal e social da criança, com base em experiências de vida democrática, numa perspetiva de educação para a cidadania, respeitando as suas características individuais e proporcionando aprendizagens significativas e diferenciadas.

Missão

O Colégio tem como missão promover o desenvolvimento pessoal e social da criança, com base em experiências de vida democrática, numa perspetiva de educação para a cidadania, respeitando as suas características individuais e proporcionando aprendizagens significativas e diferenciadas.

P_20171006_152423_vHDR_On

Valores e Princípios Orientadores

A Educação para os Valores é transversal a todo o Projeto Educativo, sendo estimulada em todos os momentos da vida escolar dentro e fora da sala de aula e na relação escola / família / comunidade.

Entre os principais valores que nos regem, salientam-se os seguintes:

Competência

Respeito

Rigor

Honestidade

Amizade

ALEGRIA

SOLIDARIEDADE

SEGURANÇA

PARTILHA

Valores e Princípios Orientadores

A Educação para os Valores é transversal a todo o Projeto Educativo, sendo estimulada em todos os momentos da vida escolar dentro e fora da sala de aula e na relação escola / família / comunidade.

Entre os principais valores que nos regem, salientam-se os seguintes:

Competência

Respeito

Rigor

Honestidade

Amizade

ALEGRIA

SOLIDARIEDADE

SEGURANÇA

PARTILHA

O Colégio desenvolve o seu PEE de acordo com os princípios orientadores (pilares do conhecimento) definidos no relatório da Comissão Internacional sobre a Educação para o séc. XXI.

colegiosf

O Colégio desenvolve o seu PEE de acordo com os princípios orientadores (pilares do conhecimento) definidos no relatório da Comissão Internacional sobre a Educação para o séc. XXI.

silhueta_team

Visão

Ser um centro educacional de referência a nível local, pelo seu rigor e eficiência nas práticas pedagógicas e na formação de cidadãos críticos, conscientes e empreendedores, regido pelos seguintes valores societários:

A liberdade, autonomia e responsabilidade

A liberdade de aprender e ensinar no contexto educativo da nossa instituição.

A liberdade de ser, fazer e desenvolver a sua personalidade em comunhão com o respeito da liberdade dos outros.

A autonomia pessoal e de vida em grupo, como aspetos fundamentais do sucesso futuro.

A importância da vida ao ar livre e do contacto com a natureza na formação pessoal.

A defesa dos direitos humanos, a promoção de valores de não violência e do diálogo.

A defesa dos valores de liberdade responsável que sustentam o rigor, a autonomia e o desenvolvimento integral e global da pessoa humana.

O respeito pelo outro, espírito de entreajuda e solidariedade

O direito à diferença e o respeito pelas diferenças culturais, religiosas e ideológicas.

A sensibilidade face aos problemas sociais e do meio ambiente, desenvolvendo atitudes de participação e de defesa da cidadania, património local e global.

A tolerância, o rigor e a solidariedade são fatores fundamentais da vida em grupo.

A preocupação social na ajuda aos mais desfavorecidos e a aposta num trabalho de sensibilização face aos problemas existentes no mundo atual.

A adoção de estratégias educativas mais adequadas ao desenvolvimento de cada aluno permitindo o sucesso na sua vida futura.

O respeito pelos valores culturais, atitudes e posturas

A importância da educação pessoal do aluno, inserido no meio cultural de que faz parte, como garante da sua autonomia e sucesso social.

A autoridade justa e aceite é um fator de segurança no desenvolvimento de cada um, permitindo assim adoção de regras e atitudes de convivência em grupo.

A gestão da escola baseada em valores e praticas universalmente aceites que reforçam as relações interpessoais.

A colaboração com o meio local no conhecimento da sua realidade e na defesa dos valores da cultura regional.

O indivíduo como elemento integrante da sociedade

O Homem é um ser social – A vida em sociedade e a aprendizagem social são aspetos a desenvolver na vida de cada criança, para o seu sucesso educativo e na vida futura.

O desenvolvimento de atividades sociais integradoras que estabelecem laços e relações duradouras e ajudam a formar a identidade dos nossos alunos.

A educação para o otimismo desenvolvendo uma visão positiva de si mesmo e das experiências da vida quotidianas, como base, para uma visão positiva da vida.

A defesa do bem comum na escola revela-se de grande importância, relativamente ao mundo atual, em que predominam os valores materiais e de consumo.

O conhecimento do mundo que nos rodeia, desempenha um papel fundamental, na construção de cada personalidade, favorecendo a tomada de decisões e a consciência da diversidade global.

Visão

Ser um centro educacional de referência a nível local, pelo seu rigor e eficiência nas práticas pedagógicas e na formação de cidadãos críticos, conscientes e empreendedores, regido pelos seguintes valores societários:

A liberdade, autonomia e responsabilidade

A liberdade de aprender e ensinar no contexto educativo da nossa instituição.

A liberdade de ser, fazer e desenvolver a sua personalidade em comunhão com o respeito da liberdade dos outros.

A autonomia pessoal e de vida em grupo, como aspetos fundamentais do sucesso futuro.

A importância da vida ao ar livre e do contacto com a natureza na formação pessoal.

A defesa dos direitos humanos, a promoção de valores de não violência e do diálogo.

A defesa dos valores de liberdade responsável que sustentam o rigor, a autonomia e o desenvolvimento integral e global da pessoa humana.

O respeito pelo outro, espírito de entreajuda e solidariedade

O direito à diferença e o respeito pelas diferenças culturais, religiosas e ideológicas.

A sensibilidade face aos problemas sociais e do meio ambiente, desenvolvendo atitudes de participação e de defesa da cidadania, património local e global.

A tolerância, o rigor e a solidariedade são fatores fundamentais da vida em grupo.

A preocupação social na ajuda aos mais desfavorecidos e a aposta num trabalho de sensibilização face aos problemas existentes no mundo atual.

A adoção de estratégias educativas mais adequadas ao desenvolvimento de cada aluno permitindo o sucesso na sua vida futura.

032_9135

O respeito pelos valores culturais, atitudes e posturas

A importância da educação pessoal do aluno, inserido no meio cultural de que faz parte, como garante da sua autonomia e sucesso social.

A autoridade justa e aceite é um fator de segurança no desenvolvimento de cada um, permitindo assim adoção de regras e atitudes de convivência em grupo.

A gestão da escola baseada em valores e praticas universalmente aceites que reforçam as relações interpessoais.

A colaboração com o meio local no conhecimento da sua realidade e na defesa dos valores da cultura regional.

O indivíduo como elemento integrante da sociedade

O Homem é um ser social – A vida em sociedade e a aprendizagem social são aspetos a desenvolver na vida de cada criança, para o seu sucesso educativo e na vida futura.

O desenvolvimento de atividades sociais integradoras que estabelecem laços e relações duradouras e ajudam a formar a identidade dos nossos alunos.

A educação para o otimismo desenvolvendo uma visão positiva de si mesmo e das experiências da vida quotidianas, como base, para uma visão positiva da vida.

A defesa do bem comum na escola revela-se de grande importância, relativamente ao mundo atual, em que predominam os valores materiais e de consumo.

O conhecimento do mundo que nos rodeia, desempenha um papel fundamental, na construção de cada personalidade, favorecendo a tomada de decisões e a consciência da diversidade global.